Como degustar um whisky? Aprenda a analisar a bebida com Cardhu

| Whisky | Dicas
Não há certo ou errado na hora de beber whisky. O importante é aproveitar o momento da forma que mais te agrada. Porém, é fato que existem diferenças entre provar um scotch apenas por prazer e a degustação analítica. 

Pensando nisso, e utilizando o single malt Cardhu, Maurício Porto, sócio do bar Caledonia Whisky & Co. e criador do blog especializado em whisky O Cão Engarrafado, revela as principais dicas de como degustar um whisky.

Como degustar um whisky?

Escolha o copo ideal

O primeiro passo para degustar o whisky é escolher um copo adequado. Porto diz que existem algumas opções para isso. “De longe, a melhor opção é o copo Glencairn.” 

Esse copo foi desenvolvido pela Glencairn Crystal Limited especialmente para degustação de whisky, após uma longa pesquisa com as mais importantes destilarias escocesas. “As bordas estreitas e seu diâmetro ajudam a reunir os aromas do whisky”. 

Como alternativa, você pode escolher uma Taça ISO. “Seu formato e tamanho foram padronizados pela International Organization of Standardization. Além disso, tem características muito semelhantes ao Glencairn, ainda que seja ligeiramente maior.”

Existe ainda uma terceira opção, a copita. É igual a uma Taça ISO, mas menor. “De forma geral, a ideia é que copos com bordas voltadas para dentro são melhores. Eles reúnem os aromas ao invés de dissipá-los. Isso é especialmente importante em whiskies mais delicados.”

Observe a bebida

Depois, é hora de observar a bebida. O especialistas explica que whiskies tendem a ter tonalidades diferentes. Isso é explicado por uma série de fatores, como o tempo de maturação no barril e a espécie de barril em que ele foi maturado. 

“Por exemplo, aqueles que passaram algum tempo em barris que antes envelheciam jerez tendem a ter uma tonalidade mais avermelhada. Mesmo que tenha sido utilizado corante caramelo, a cor vai dar uma boa ideia do que esperar sensorialmente. No caso do Cardhu, que tem uma coloração dourada, nota-se que a maturação predominante é de carvalho americano.”

Sinta os aromas

O terceiro passo para degustar o whisky é sentir os aromas. “Aproxime o copo do nariz. Respire delicadamente”, orienta. 

Porto diz que existem diferentes formas de sentir o aroma do whisky. “Algumas pessoas preferem virar o copo e tapar uma narina e depois alternar para que cada narina possa trabalhar sozinha. Outros preferem deixar a boca aberta, o que faz com que os aromas percorram melhor sua cavidade nasal”, exemplifica. Ou seja, não existe método certo. O certo é aquilo que funciona para você. 

Maurício sugere tentar fazer ligações com aromas conhecidos por você. No começo, tente algo objetivo: floral, frutado, defumado e por aí vai. É uma boa forma de começar a identificar os aromas do whisky. “No caso do Cardhu, você perceberá notas de frutas maduras, gengibre, mel, caramelo e um leve enfumaçado. Cada uma dessas notas vem de um estágio no processo de produção.”

Aprecie o sabor

Por fim, é hora de beber! Nesse momento, tente relacionar o que sente a sabores conhecidos. Geralmente, vão acompanhar e complementar o aroma, mas há exceções. 

No caso do Cardhu, você perceberá notas de frutas maduras (maçã), caramelo, canela e talvez um pouco de pão. A finalização é média e muito agradável, convidando ao próximo gole. Note também que parte desses sabores é familiar a outros whiskies, como o Johnnie Walker Black Label, que tem Cardhu como base.”

Dica extra: adicione água

Porto dá mais uma dica valiosa sobre como degustar um whisky: adicionar um pouco de água. O padrão é ⅓ da sua dose da bebida, ou seja, em uma dose de 30 ml de whisky, adicione 10 ml de água. 

É o suficiente para tirar a agressividade do álcool da frente – se houver – e você conseguir com mais facilidade sentir os aromas mais delicados. Mas você pode ir com mais ou menos água. Os master blenders diluem até chegar a aproximadamente 20%. Então, um para um”, completa.

Sobre a Diageo

A DIAGEO é líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, com uma coleção de marcas nas categorias de bebidas destiladas e cervejas. Essas marcas incluem SMIRNOFF, JOHNNIE WALKER, GUINNESS, BAILEYS, OLD PARR, CÎROC, TANQUERAY, entre outras, e as nacionais YPIÓCA e NÊGA FULÔ. A DIAGEO é uma empresa multinacional que opera em 180 países. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque (DEO) e na Bolsa de Valores de Londres (DGE). Para mais informações sobre a DIAGEO, seus funcionários, suas marcas e seu desempenho, visite www.DIAGEO.com. Celebre com responsabilidade e saiba mais sobre consumo responsável de bebidas alcoólicas em www.DrinkiQ.com.br.
  • Aprecie com moderação.
  • Se beber não dirija.
  • Não compartilhe este conteúdo com menores de 18 anos.